30 de janeiro de 2011

Oscar 2011: Atração Perigosa (The Town)


Atores que se aventuram na direção não é nenhuma novidade no cinema. Clint Eastwood é apenas o exemplo mais bem sucedido desta lógica (que tornou-se um dos maiores realizadores do cinema americano), enquanto outros astros chegam até mesmo a ganhar o Oscar, nem sempre merecidamente, por suas investidas atrás das câmeras (como Robert Redford, Kevin Costner e Mel Gibson), muitos amargam o fracasso de bilheteria e o não reconhecimento da crítica especializada. Ben Affleck deu um novo rumo à sua carreira quando estreou na direção com "Medo da Verdade", onde dirigiu o irmão Casey Affleck e conseguiu uma indicação ao Oscar de melhor atriz coadjuvante para Amy Ryan. O feito se repete agora com este "Atração Perigosa", seu segundo trabalho na direção, em que também é o protagonista e recebeu a indicação de melhor ator coadjuvante para Jeremy Renner.


Este filme policial é ambientado em Boston, cuja historia é marcada por um grande número de assaltos a banco e carros fortes. Um grupo de assaltantes liderado por Doug MacRay (Affleck) consegue roubar um banco e levam consigo a gerente do local, Claire (Rebecca Hall) como refém. Depois de tê-la libertado, descobrem que ela mora na mesma região de Charlestown onde eles também residem, Doug resolve aproximar-se dela para obter informações sobre a movimentação da polícia no roubo em que estão envolvidos. Não é preciso dizer que os dois irão se apaixonar, outros clichês do gênero como o último trabalho que o bandido é obrigado a fazer antes de largar o crime, surgem no decorrer da estória. Porém a qualidade de "Atração Perigosa" está na habilidade de Ben Affleck em lidar com estes clichês e na segurança com que conduz as cenas de ação e o elenco (que ainda conta com a presença de Jon Hamm, da série Mad Men, Chris Cooper e Pete Postlethwaite, em um de seus últimos filmes). Adaptação de Affleck, Peter Craig e Aaron Stockard do romance "The Prince of Thieves" de Chuck Hogan, "Atração Perigosa" é um daqueles policiais que nos conquistam pelos ótimos personagens em cena. Doug é o assaltante que vê em Claire a oportunidade de se redimir e abandonar a vida de crimes, Jem (Jeremy Renner) é o amigo de temperamento explosivo e violento, Claire é a mulher sensível, traumatizada pelo assalto ao banco em que trabalhava e receosa da amizade e do interesse de Doug por ela.
Affleck não apela para sentimentalismos fáceis que algumas situações poderiam facilmente descambar, aproveita-se muito bem da paisagem urbana de Boston e suas particularidades, sabendo dosar bem as emoções dos personagens junto à adrenalina das perseguições dos assaltos e dos conflitos entre FBI e bandidos, bandidos e bandidos e Doug e Claire.
Ben Affleck não é mais uma promessa e "Atração Perigosa" surge como uma confirmação de seu talento com diretor com este interessante policial que com certeza foi uma das gratas surpresas nos cinemas do ano passado.

Nenhum comentário:

Postar um comentário