24 de dezembro de 2011

Meu post de Natal


     A minha intenção inicial era escrever um post sobre o Natal, porém era impossível não fugir dos clichês de sempre envolvendo esta época do ano. Queria criticar o consumismo, mas acho que este assunto era mais lugar comum do que o pregar (não sincero) dos verdadeiros valores desta comemoração. E nada do que escrevia fugia à imagem e ao som pavoroso da cantora Simone cantando "Então é Natal e o que você fez...". Logo minhas frustrações fizeram-se evidentes em cada sílaba, em cada frase feita. 
     Tudo bem, desisto então de escrever qualquer coisa sobre o Natal, mesmo porque não é um período de que sou muito fã, apesar de gostar das luzes que enfeitam algumas fachadas e ruas da cidade. Momento em que as pessoas estão tão dispostas ao próximo, solidárias a quem precisa, atentas aos seus amigos e familiares, tolerantes com aqueles de quem não gostam, porém toda esta atenção não se estende no ano seguinte, voltam todas ao seu habitual mau humor.
      Mesmo assim não vou me impedir de desejar aos seguidores e leitores deste humilde blog um Feliz Natal.
    Agora deixem-me chorar copiosamente a morte do ditador norte-coreano Kim Jong-il, assim como "toda" a população deste país, pois este fato abalou profundamente o meu espírito natalino...


2 comentários:

  1. Bela sacada para um post de natal. E quanto a choradeira dos norte-coreanos, eu tenho a solução, dê um tênis nike de presente patrocinado pelo Ronaldo o fenômeno e pronto, serão só sorrisos. sorrisos escondidos é claro. pois nem eu e nem você, queremos ver algum norte-coreano enforcado na noite de natal só por que estava sorrindo. Beijos, e feliz natal.

    ResponderExcluir