3 de novembro de 2012

Post para um cantor incomum da porta da universidade




Na saída da faculdade ele canta a plenos pulmões. A multidão indiferente de estudantes passa por ele ignorando o seu espetáculo, desfazendo-se de seu “talento” e “estilo” incompreendido. De frente a uma caixa de sapatos converte-se, em seu interior, num pop star, vociferando canções de amor! Desafinado! Ridículo! Louco! Estridente como uma sertaneja dor de cotovelo.
Questiono-me o que se passa em sua cabeça? Que pensamentos o conduzem à porta da universidade? O que ele faz após a rua esvaziar, sem que os transeuntes peçam sequer um bis? Vai para a casa e canta o seu repertório emocionante debaixo do chuveiro durante o banho? Decerto o banheiro lhe proporciona um público menor do que o estádio universitário de seu imaginário. Jam session de um crooner mal fadado. Turnê de inúmeros shows cancelados, não pela sua vaidade e vontade. Afinal ama seu público mesmo que este não retribua o carinho em gritos histéricos e pedidos de outras canções, no máximo a plateia graceja ou reclama de sua voz esganiçada. 
Turnê cujo único palco é ali, sem recordes de público  e com o esquecimento da crítica especializada, naquela calçada da saída da instituição de ensino superior, onde descobrimos que mora um coração dentro do peito daquele desafinado.

2 comentários:

  1. Ele canta porque a musica está na alma.
    Penso. há desafinados apaixonados pela música...

    Gostei muito de ler saber desse cantor.
    .)
    Abraço Wesey

    ResponderExcluir
  2. Muito interessante o Blog !
    Muito difícil encontrar na “ blogosfera “ espaços originais e bacanas como este !

    Deixo aqui meu espaço, caso queria dar uma olhada, seguir...

    http://www.bolgdoano.blogspot.com.br/

    Muito Obrigada, desde já !

    ResponderExcluir