15 de setembro de 2015

Antissocial


Foges ao convívio humano como o diabo da cruz, refutas companhia, repeles quaisquer conversas, olhares, papos profundos ou rasos. Queres apenas o silêncio, o estar em si mesmo, ensimesmado, imerso nas páginas do livro álibi ou em suas próprias preocupações. Antissocial que és, não aprendes o que é troca, contato, socialização, civilização. Recluso ermitão no vagão do trem, anulando-se a todos, invisibilizado por vontade própria e esse esquecimento, o qual todos  temem, traz-lhe uma pacata satisfação.

Nenhum comentário:

Postar um comentário