16 de novembro de 2015

É a lama, é a lama...

Em Mariana
é a lama
acobertada.
Em Paris
é o sangue
derramado.
Na cidade
é a vítima
desgraçada.
No peito
a raiva
silenciada.
Ao redor
a hipocrisia
disseminada.
É a lama
na mente
alienada.

Nenhum comentário:

Postar um comentário