18 de dezembro de 2015

Alguns questionamentos...


Deus criou o homem à sua imagem e semelhança. Eu sou homem. Portanto sou Deus?
Se o homem tem origem em Deus, de onde Ele surgiu? Quem o criou à imagem e semelhança de quem?
Somos constituídos do pó das estrelas. Especialistas dizem que originamos de moléculas oriundas de estrelas após o Big Bang. A vida é uma seleção natural de seres que evoluíram e adaptaram-se em condições mais adversas. Tudo está gravado no nosso DNA (algo mais técnico e científico do que a explicação esdrúxula acima).
Mas no que essas moléculas influenciaram no meu caminhar até aquela pessoa que um dia iria amar? E como me puseram no ventre de quem eu fui calhar de me desenvolver e depois nascer? No que os átomos influenciam no intermédio que a vítima fez entre quem atira e o espaço vazio atrás de si? Logo naquele dia, naquele momento? Ou até mesmo na sorte de achar uma nota de 100 reais no chão de uma calçada? Seriam as moléculas ou Deus? Seria eu uma simples junção de partículas ou personagem num romance a céu aberto qualquer, joguete nas mãos do destino? Sou aquilo em que acredito ou tudo está determinado por uma força mística superior? 
Quem sou? Algo que vai além daquele nome que consta na certidão de nascimento ou no RG? Pergunta que não cessa e que nenhuma resposta supre de certezas, são apenas provisórias hipóteses que sucedem-se uma a outra, incessantemente. 
Só sei que estou aqui, num ponto qualquer da história, procurando inserir-me em meio a ela. História tão difusa, confusa e obscura quanto alguns questionamentos que insistem em rondar, em sondar, em cravar-me de mais dúvidas...

Nenhum comentário:

Postar um comentário